Muito prazer

Minha foto

Comecei a vida em Santos e cresci educada de acordo com as tradicionais regras que, muitas vezes, envolvem o machismo brasileiro. Mudei. Fiz faculdade fora. Ganhei liberdade, responsabilidade e identidade. Hoje, com 32 anos, estou casada com um homem fabuloso e espero nosso primeiro filho. Um sonho de gente grande, mas que espero desde criança: o da maternidade. O assunto sempre me fascinou e hoje, me pego com o corpo começando a deformar e sintomas nada agradáveis. Sabe o bom da história? Dou risada de tudo! Da azia, das ânsias intermináveis, da fome colossal e do tanto de cremes de estrias que hoje povoam meu banheiro. Isso é somente a primeira fase. Tenho certeza que, depois desta gravidez, continuarei rindo de mim mesma por inúmeros motivos, inclusive por me pegar em diversas situações que jamais imaginei passar.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Até hoje

Hoje, o João completa 16 dias de vida.
Eu nem tenho como descrever tudo já que estou amando tudo o que envolve a maternidade. Ele teve uma assadura bem feia no bumbum. Chorávamos (eu e o Ricardo) com ele a cada troca de fraldas. Depois de inúmeras dicas, vários testes com pomadas diferentes, finalmente a assadura diminuiu e hoje já conseguimos trocar a fralda sem chorar com ele...rs
O João acorda a cada 2 horas ou 2 horas e meia. A noite este intervalo fica até um pouco maior (ele é bonzinho até nisso!). Quando ele acorda já trocamos a fralda e dou a mamada dele.
O papai encheu a casa de fotos do João! Pois é, demorou para ele começar a imprimir algumas fotos, mas quando começou, segura! rs
Minha mãe me ajudou muito e vai continuar fazendo: ficou comigo desde o dia do nascimento até ontem, quando foi embora quase chorando...sim, ela queria ficar mais! Não por mim, claro, mas pelo João. Já ligou hj logo cedo e disse que liga a noite novamente. Corujisse dee vó. Nas madrugadas, o João choramingava, minha mãe já estava no meu quarto com os braços estendidos falando: me dá ele e dorme, descança! Quem quer mais que isso? Mãe, tô com saudades, tá?!!!! hehehehe
As visitas não param e os amigos curtem nosso pequeno anjo. Aliás os amigos ficaram "grávidos" conosco e acompanharam tudo junto.
Um probleminha na minha mão direita me preocupa: está adormecida desde o dia do parto. Tem horas que mal consigo segurar objetos com ela. Estranho. O obstetra pediu para eu procurar um neuro. Dr. Ale, pleaseeeeee!!!!
Quanto a minha cesária está ótima. Melhor não poderia. Já estou liberada para fazer caminhadas e logo menos, volto a puxar ferros de leve. Preciso perder esta pança!

Ah! mais uma coisa: levamos o JR ao pediatra! O médico é um fofo, amei ele! Melhor de tudo que ele disse que nosso anjinho é perfeito: "Mãe, eu fiquei procurando defeitos no João Ricardo, mas não achei nenhum. Ele é perfeito e seu leite é ótimo já que o rapaz engordou meio quilo do dia que saiu da maternidade até agora!!". Esats foras as palavras do pediatra. Precisa dizer que saí de lá com um sorrisão no rosto?
Fiquei tão feliz, tão empolgada que, na sequencia, tive que passar no obstetra para tirar os pontos e pegar minha licença maternidade. Estava tão doida que esqueci de pegar o documento!!! ahahaha
Cheguei em casa e chorei tanto, mas tanto...acho que minha agústia por esta primeira consulta estava tão grande que quando o alívio veio, desabei. Faz parte, né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário