Muito prazer

Minha foto

Comecei a vida em Santos e cresci educada de acordo com as tradicionais regras que, muitas vezes, envolvem o machismo brasileiro. Mudei. Fiz faculdade fora. Ganhei liberdade, responsabilidade e identidade. Hoje, com 32 anos, estou casada com um homem fabuloso e espero nosso primeiro filho. Um sonho de gente grande, mas que espero desde criança: o da maternidade. O assunto sempre me fascinou e hoje, me pego com o corpo começando a deformar e sintomas nada agradáveis. Sabe o bom da história? Dou risada de tudo! Da azia, das ânsias intermináveis, da fome colossal e do tanto de cremes de estrias que hoje povoam meu banheiro. Isso é somente a primeira fase. Tenho certeza que, depois desta gravidez, continuarei rindo de mim mesma por inúmeros motivos, inclusive por me pegar em diversas situações que jamais imaginei passar.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Está quase tudo pronto

Na sexta passada tive a maravilhosa notícia de uma amiga do Buga que teve bebê. Nossas gestações eram bem próximas...
Bom, precisa dizer que eu pirei? Então, cheguei em casa arrumando minha mala como se estivesse atrasada para um vôo ou coisa parecida.
O Ricardo até assustou.
Eu já tinha separado e lavado tudo, mas ainda não tinha arrumado na mala. Como uma afobada ariana doida, quis arrumar tudo naquele dia mesmo. E arrumei. sim, minha mala está pronta. Claro que desde então, a acad hora, me lembro de algo que posso e/ou devo levar para a maternidade e esqueci de colocar na mala. Até o fim desta semana, provavelmente, terei arrumado tudo novamente em uma mala maior...ahahahha
A malinha do João comecei a arrumar hoje. Fiz os famosos "envelopes" por dia. Na verdade, coloquei 2 roupas por dia. Quero ele lindo e cheiroso para receber todos!
Ainda faltam alguns complementos na malinha dele, mas adiantei boa parte. Minha mãe vem na quinta com o resto das mantinhas e fraldas para completarmos tudo e finalmente aguardar pela tão esperada hora. Nossa, esta espera é diferente de qualquer outra que já tive na vida. Muito mais difícil. Quero que chegue logo e ao mesmo tempo, o medo se instala em mim.
Medo de não dar conta na hora do parto (seja ele normal ou cesariana), medo de não ser uma boa mãe para o João, medo de um monte coisas.
Tomara que isso passe ao longo destas duas semanas. Estou torcendo...
Só sei que será um momento mágico de amor e de carinho e sei também, que minha vida jamais será a mesma com o nascimento do meu filho. Sei que o maior amor do mundo, o amor de mãe, é mesmo o mais completo e pleno. Já posso senti-lo.

2 comentários:

  1. Neiloca, quando chega o João Ricardo (se for de acordo com a previsão do médico, claro...rsrsrs)?
    Fica tranquila que você vai dar conta, flor. Vai ser uma mãezona, tenho certeza.
    Agora eu também fiquei ansiosa por você...rs
    Beijos,

    ResponderExcluir
  2. Então, Dani, a data do médico é entre 06 e 12/06, mas entro na 9ª Lua Cheia da gestação dia 27/05, quinta que vem. Esta coisa de lua falam que é poderosa mesmo e todo mundo acaba antecipando a primeira gestação para quando se completam 9 luas e tal. Sei lá, amiga, só sei que tá phoda a ansiedade, a preocupação, a curiosidade...mil coisas! ahahahaha
    beijos

    ResponderExcluir