Muito prazer

Minha foto

Comecei a vida em Santos e cresci educada de acordo com as tradicionais regras que, muitas vezes, envolvem o machismo brasileiro. Mudei. Fiz faculdade fora. Ganhei liberdade, responsabilidade e identidade. Hoje, com 32 anos, estou casada com um homem fabuloso e espero nosso primeiro filho. Um sonho de gente grande, mas que espero desde criança: o da maternidade. O assunto sempre me fascinou e hoje, me pego com o corpo começando a deformar e sintomas nada agradáveis. Sabe o bom da história? Dou risada de tudo! Da azia, das ânsias intermináveis, da fome colossal e do tanto de cremes de estrias que hoje povoam meu banheiro. Isso é somente a primeira fase. Tenho certeza que, depois desta gravidez, continuarei rindo de mim mesma por inúmeros motivos, inclusive por me pegar em diversas situações que jamais imaginei passar.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Compras

Esta semana começaram as super promoções nas lojas de bebe de São Paulo. Tudo com 40, 50% de desconto. Fui até uma delas em uma tarde sozinha. Fiquei estatizada por uns 5 minutos em frente os acessórios de higiene e alimentação. Uma infinidade de tipos de mamadeiras, de bicos, de marcas...igualmente nas chupetas e milhões de outros itens que eu pegava a embalagem para ler para que serviam as coisas. Enquanto isso, mães descoladas, as vezes com criança no colo e tudo, vinham pegavam uma coisinha e saíam. Comecei a entrar em desespero. Decidi mudar e ir para a parte das roupinhas que consigo entender bem do assunto já. A loja estava uma loucura: mães para todos os lados com bebes e crianças a tiracolo. Tive que ir pulando umas coisas e desviando de pessoas, mas consegui. Milhões de roupinhas fofas para as meninas e quase nada para os meninos. Como boa perua, dei uma piradinha nos vestidinhos de bolinha, xadrezes mil e lilás da vida, ams logo voltava a minha realidade atual: roupa de menino! A vendedora se aproxima super simpática:
- Mamãe, vou te dar esta sacola para você colocar suas compras. Meu nome é Rose e qualquer coisa é só me chamar.
- Oi Rose! Quero macacão para MENINO tamanho P e M. Você pega para mim?
- Claro! Fique a vontade na loja.
Comecei a me soltar mesmo e em questão de minutos a tal sacola fornecida a mim estava completamente cheia e pesada. Adooooro! hehehe
Terminada esta parte, encarei novamente as prateleiras de mamadeiras, chupetas e afins. Consegui levar UMA chupeta. Só. Fiquei com mil dúvidas de marcas e tipos de mamadeiras que não levei nenhuma.
- Vou perguntar para as amigas que já passaram por isso, pensei.
A conta foi estrondosa. Nunca tinha gasto uma grana dessas sem ser comigo mesma. Fiquei meio assim...saí da loja meio que cambaleando mas com o sorriso no rosto. Entrei no carro e pensei: gente, a história está só começando! Esta foi a primeira das milhares de compras e gastos que teremos daqui para frente. Mas quer saber? Economizei meu limite do cartão de crédito durante dezembro e janeiro para fazer este primeiro gasto e agora tomei uma decisão: este cartão será só para comprar coisas para João Ricardo! Ele merece! rs

Nenhum comentário:

Postar um comentário