Muito prazer

Minha foto

Comecei a vida em Santos e cresci educada de acordo com as tradicionais regras que, muitas vezes, envolvem o machismo brasileiro. Mudei. Fiz faculdade fora. Ganhei liberdade, responsabilidade e identidade. Hoje, com 32 anos, estou casada com um homem fabuloso e espero nosso primeiro filho. Um sonho de gente grande, mas que espero desde criança: o da maternidade. O assunto sempre me fascinou e hoje, me pego com o corpo começando a deformar e sintomas nada agradáveis. Sabe o bom da história? Dou risada de tudo! Da azia, das ânsias intermináveis, da fome colossal e do tanto de cremes de estrias que hoje povoam meu banheiro. Isso é somente a primeira fase. Tenho certeza que, depois desta gravidez, continuarei rindo de mim mesma por inúmeros motivos, inclusive por me pegar em diversas situações que jamais imaginei passar.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Limitações

Aos poucos, drante a gravidez, vc vai realmente entendendo o peso e o significado de tudo. O peso chega a cada subidinha na balança (óbvio) e a cada levantada do sofá. Sim, levantada do sofá. Nosso sofá sempre foi objeto de desejo de muitos amigos. Não que se trata de uma peça cara, design moderno, nada disso. Pelo conforto que ele dá mesmo, tanto que muitos amigos dormem nele facilmente. Bom, o problema comigo agora é que eu sento no sofá, ele afunda de uma meneira que eu não consigo mais levantar sozinha. Bafo, né? Eu sei. Pois é...situação constrangedora: Buga me ajuda aqui! Eu grito e ecoa pela casa toda...afff
Bom, fora isso rola uma dificuldade em calçar sapatos. Comprei rasteirinhas novas como mencionei aqui. Venci o preconceito de usar somente salto pela necessidade, mas confesso que estou amando. Agora, não consigo calçar a sandália, genteeee!!! A barriga dói e eu fico imaginando o bebe amassado enquanto eu, toda pata, tento (inutilmente) abotoar a sandália. Hoje de manhã falei: Buga, preciso de uma cadeira no quarto para conseguir calçar minhas sandálias! Ele respondeu: Você podia comprar aqueles Crocs coloridos que vai facilitar sua vida.
ahahahahaha
Parece piada mas ele falou isso mesmo.
Nunca diga nunca, mas confesso que Crocs é mesmo uma opção distante para a perua aqui que vos fala.

Um comentário:

  1. Neila!!

    a primeira vista Crocs´pode ser terrível mas eu recomendo passei minha gravidez toda usando não tive nenhuma dor nas costa e pra os pés inchados é a melhor solução além do mais tem modelos de sapatilhas bem fofos e femininos procure pelos Malindi e Olivia, tenho certeza que vc vai gostar.
    Beijos!

    ResponderExcluir