Muito prazer

Minha foto

Comecei a vida em Santos e cresci educada de acordo com as tradicionais regras que, muitas vezes, envolvem o machismo brasileiro. Mudei. Fiz faculdade fora. Ganhei liberdade, responsabilidade e identidade. Hoje, com 32 anos, estou casada com um homem fabuloso e espero nosso primeiro filho. Um sonho de gente grande, mas que espero desde criança: o da maternidade. O assunto sempre me fascinou e hoje, me pego com o corpo começando a deformar e sintomas nada agradáveis. Sabe o bom da história? Dou risada de tudo! Da azia, das ânsias intermináveis, da fome colossal e do tanto de cremes de estrias que hoje povoam meu banheiro. Isso é somente a primeira fase. Tenho certeza que, depois desta gravidez, continuarei rindo de mim mesma por inúmeros motivos, inclusive por me pegar em diversas situações que jamais imaginei passar.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

O primeiro carnaval de João Ricardo

O carnaval foi agitado. Não, não pense em blocos de rua ou desfile na avenida. Foi em casa mesmo. Minha mãe e meu irmão vieram para cá. Mãe do Buga e Cia também. Ah! O tio Rodrigo também, ou seja, um sábado de carnaval em família. Foi ótimo. Adoramos. No domingo minha mãe ainda estava por aqui. Prorrogamos o churrasco qe havia começado no sábado. Eu estava bem, fazendo mil coisas, agiatada, coisa comum para uma ariana. Bom, na segunda de carnaval amis parecia quarat de cinzas. O cansaço tomou conta. A moleza era incontrolável e o calor insupotável. Fiquei lagarteando o dia todo. A sensação se estendfeu na terça-feira. Enquanto isso, João Ricardo pulava como doido na miha barriga! Não parou um minuto. Lindo! Adoro ele mexendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário