Muito prazer

Minha foto

Comecei a vida em Santos e cresci educada de acordo com as tradicionais regras que, muitas vezes, envolvem o machismo brasileiro. Mudei. Fiz faculdade fora. Ganhei liberdade, responsabilidade e identidade. Hoje, com 32 anos, estou casada com um homem fabuloso e espero nosso primeiro filho. Um sonho de gente grande, mas que espero desde criança: o da maternidade. O assunto sempre me fascinou e hoje, me pego com o corpo começando a deformar e sintomas nada agradáveis. Sabe o bom da história? Dou risada de tudo! Da azia, das ânsias intermináveis, da fome colossal e do tanto de cremes de estrias que hoje povoam meu banheiro. Isso é somente a primeira fase. Tenho certeza que, depois desta gravidez, continuarei rindo de mim mesma por inúmeros motivos, inclusive por me pegar em diversas situações que jamais imaginei passar.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Irritabilidade


Só quem já teve a experiência de uma mãe de primeira viagem vai me entender. Como podemos mudar nossa visão do mundo em minutos? Um dia estamos ótimas, felizes da vida, sorridentes...no outro estamos mal humoradas, querendo matar o primeiro que aparece na frente. Tipo aquela TPM brava, sabe? É assim. Assim me sinto hoje. Não pergunte porque. Não sei explicar os motivos. Uma coisa é certa: esta maldição chamada cigarro está atrapalhando minha vida. O Ricardo até estava cooperando no começo, mas ontem ele chutou o balde. Fiquei p da vida. Acha que sou idiota? Criancinha? Não sinto cheiro de cigarro? Poxa, sou fumante, estou fazendo uma tremenda força para me segurar da vontade e tenho uma pessoa ao meu lado que não está fazendo um terço da força que faço para se segurar? Já disse a ele: não quero que ele pare de fumar. Ele para se ele quiser. Mas pedi: não me faça querer fumar! E isso está acontecendo. É engraçado como a maioria das pessoas não respeitam isso. Apesar de todos os avisos sobre os fumnantes passivos, nem uma gravidez cutuca os fumantes. Não se pode fumar perto de uma mulher grávida e ponto. Agora, contrariando todas as minhas vontades, além de não permitir cigarro dentro da minha casa, não me permitirei frequentar lugares onde haja o fumo. Além de me fazer mal, como gestante, não sou de ferro para resistir a uma tentação dessas. E quer saber de mais? Acho que os amigos de verdade entendem isso e vão fazer de tudo para nos proteger (eu e o bebe). O resto, que se danem! (Para não falar de outra maneira). Eu avisei: estou super mega ultra irritada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário